PS dá esperança a todos os partidos socialistas na Europa


O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, manifestou-se hoje de forma clara contra a eventual aplicação de sanções a Portugal por parte da Comissão Europeia, numa intervenção muito aplaudida no 21.º Congresso do PS.

“Sabem que costumo ser muito direto: sou contra as sanções a Portugal, claro e simples. Sei que o Governo português está a negociar com a Comissão e internamente no país e tenho a certeza que haverá uma solução muito construtiva”, disse, defendendo que os sacrifícios que os portugueses fizeram têm de ser um elemento a incluir na análise sobre esta matéria.

Schulz, apresentado pelo presidente do PS, Carlos César, como “um amigo de Portugal”, classificou o Congresso dos socialistas, que decorre até domingo em Lisboa, como “uma das mais importantes reuniões da Europa”.

“O Partido Socialista governa o país e dá esperança a todos os partidos socialistas na Europa e é do que precisamos na União Europeia”, defendeu o presidente do Parlamento Europeu.